Trezentos

O início de uma multidão

BLACKOUT, #OpMegaupload, OBAMA e o recuo do SOPA


Depois do protesto avassalador contra os projetos de lei SOPA e PIPA, os parlamentares norte-americanos decidiram congelar o que parecia uma decisão certa a favor da indústria da intermediação.

Tudo indica que para evitar a “saia justa” de ter que sansionar mais uma lei contra sua base social e seus aliados, Obama pressionou os autores para recuarem. Na semana passada, a equipe de defesa do copyright de Obama publicou uma nota no blog da Casa Branca dizendo que era importante combater a pirataria, mas que isto não poderia por em risco a liberdade e a segurança na rede. Era um sinal para os autores do SOPA e do PIPA que se elas fossem aprovadas poderiam ser vetadas.

Com a manifestação mundial, o blackout do dia 18/01, provavelmente os parlamentares do lobby da indústria do copyright perceberam que estão enfrentando a maioria dos internautas, muitos dos quais seus eleitores. Para recuarem devem ter solicitado que Obama desse uma demonstração contra os “violadores do copyright”. Isto explica a ação do FBI, no dia 19/01, que fechou o site Megauploads, logo após a avassaladora demonstração de uma esfera pública cada vez mais mundial em defesa da liberdade de compartilhamento. Foi a famosa ação de dar “uma no cravo e outra na ferradura”.

Interessante foi a reação imediata de retaliação ao fechamento do Megaupload, um site que chegou a ser responsável por aproximadamente 4% do tráfego mundial da Internet. Os Anonymous, grupo de cibersativistas, começaram a arregimentar apoios no twitter e nas redes sociais para desfechar um ataque de negação de serviço (DDOS) que reuniu aproximadamente 27 mil computadores. Foram derrubados os sites das associações do copyright MPAA, RIIA, do Departamento de Copyright da Casa Branca, a Warner Music e até o site do FBI. A operação dos Anonymous utilizou as tags #OpPayback #OpMegaupload #SOPA #PIPA.

Imediatamente, alguns internautas passaram a chamar o confronto ocorrido entre os ciberativistas e os órgãos de segurança norte-americanos de cyberwar ou guerra virtual. Torna-se importante alertar que um protesto amplo e que contou com o apoio de internautas no mundo inteiro que se organizaram a partir de canais de IRC, não tem nada a ver com uma ação militar. Não ocorreu uma guerra. Ninguém morreu, nenhuma bomba foi lançada colocando em risco a vida de quem quer que seja. O caracterização de uma guerra pode ser metaforicamente boa, mas também é utilizada pelos Azeredos e Mandarinos ianques para justificar ações truculentas e para aprovar leis que suspendem direitos civis básicos.

Os dias 18 e 19 de janeiro mostraram que é possível existir manifestações trasnacionais e que cada vez mais se consolida uma esfera pública pós-nacional, facilitada pelos debates e articulações nas redes sociais online. Outro ponto evidente é que os embates em torno da propriedade intelectual tendem a se agigantar. Por isso, é preciso ficar de prontidão. No Brasil, este site e o movimento MegaNão foram fundamentais para disseminar o apagão em defesa da liberdade de navegação, expressão e compartilhamento nas redes digitais.

Estamos de prontidão.

Leia também:
SOPA and PIPA postponed indefinitely after protests
With MegaUpload Down, Who’s Next? RapidShare? SoundCloud? DropBox?
My thoughts on S.O.P.A. no Blog do Paulo Coelho

Post to Twitter Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook Post to MySpace Post to Ping.fm Post to StumbleUpon

18 comentários para “BLACKOUT, #OpMegaupload, OBAMA e o recuo do SOPA”

  1.   Anônimo disse:

    Genial. Tudo isto é muito verossímel.

  2. VIVA o ANONYMOUS

  3. O ANONYMOUS fez todo mundo rir ontem .AVAAZ.ORG defenda A LIBERDADE DA INTERNET-contra a PLl84/99

  4. SÓ foi um recuo estratégico,uma hora eles podem vir nos pegar de surpresa.

  5.   Felipe Cabral disse:

    É verdade, Sérgio, boas colocações. Entendo também, conforme ponto de vista já apresentado por outras pessoas, que esse embate é, em alguma medida, um conflito entre modelos de negócio.

    Há, é claro, uma parte do conflito que afeta diretamente liberdades e direitos civis e perpassa por uma ideologia que pensa o compartilhamento como uma forma essencialmente de acesso versus uma ideologia de controle e medo, mas, fica cada vez mais claro que, de ambos os lados, sempre houve possibilidades de negócios. E a medida que um modelo de negócios – o da intermediação, vide industria fonográfica – foi superado pelo modelo das empresas de internet, de valor agregado, o conflito começou a se dar em vários outros nível.

    Gostei das colocações.

  6.   Victoria D disse:

    Com certeza o ato de protestar contra o abuso e a censura do governo norte-americano e (daqui a pouco) o de outros países é fundamental!
    Nós somos a massa populacional, nós temos o poder, devemos “cortar as asas” dos políticos, chega de ditadura, sem censura. A preocupação real não é com a pirataria!
    Os grandes investidores das campanhas políticas são os multimídia que querem monopolizar todo o entretenimento e o capital, mesmo que isso custe a LIBERDADE DE EXPRESSÃO mundial.
    Enquanto nós fizermos pressão, eles terão que recuar, não podemos dar mole para os governos nos tirarem a coisa mais valiosa e mais temida por eles: NOSSA LIBERDADE/NOSSA OPINIÃO!
    Estou apaixonada, fascinada pela causa, ainda bem que há pessoas sãs que não permitem barbaridades de ocorrerem. E os políticos que tomem cuidado, pois na próxima eleição nós nos lembraremos de suas atitudes! Se é que não impedirão próximas eleições ao perceberem que não fazemos nada…
    NOSSO FUTURO DEPENDE DE NÓS MESMOS.
    O YouTube e outros sites devem protestar, quantas vezes já não tivemos aquele vídeo engraçado, aquele debate curioso ou até o tão idolatrado capítulo da novela, todos fora do ar pela burocracia!
    ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA DO POVO ABRIR A BOCA E GRITAR BEM ALTO O SOM DA LIBERDADE E DA UNIÃO.

  7.   Victoria D disse:

    A situação não apenas nos EUA, os países têm a mania de desejar uma AMERICANIZAÇÃO total, aliás, muito bem propagada com os filmes, músicas e séries para os leigos que ainda se iludem com a PEFEIÇÃO norte-americana. Esse é o ditado: “a grama do vizinho é sempre mais verde do que a nossa”, ou pelo menos está bem pintada!
    Se a lei é aprovada nos EUA, é só aguardar para o Brasil e todo o mundo seguirem a ordem, os países vão adorar ter a voz do povo trancafiada à sete chaves!

  8.   Anônimo disse:

    Até agora os fdp’s da Riaa e da Mpaa estão off. He! He! He!

  9.   Falácio disse:

    2 colocações.

    1) Discordo que o fechamento do Megaupload, e a prisão de maneira hiper truculenta de seus diretores seja uma medida “apaziguadora” por parte do Obama em relação á Mafiaa. Pode ser, pode não ser. ACREDITO, que tal medida contra o Megaupload (posso estar errado) seja, sim, claro, uma “resposta”, uma afronta a todos nós (pra dizer “quem realmente manda” e “não vai desistir”, ou seja, as corporações), mas uma resposta das próprias corporações (e não do governo Obama), de maneira irada (que realmente eles ficaram irados e frustados) ao protesto virtual de milhões de internautas e das corporações da internet contra o SOPA e que conseguiram (por hora) barrar o SOPA! Acho que foi uma resposta, revanchista e reacionária, do tipo “vcs fizeram isso contra nós e nossos interesses e respondemos no dia seguinte, contra vcs e seus interessses, então 1 a 1, empatado!). Como foi algo coordenado, é claro, deve ter ajuda do governo Obama, mas acredito que quem inciou foram as corporações mesmo e o governo apenas atuou para que tudo ocorresse rápido e em poucas horas. Foi uma espécie de “recado”, de revanchismo do tipo “vcs atacaram nosso território, agora atacamos o seu”.

    2) Enquanto houver corrupção nos governos é praticamente impossível vencer a máfia autoral. A do entretenimento tem bilhões para comprar todo mundo, dentro e fora dos EUA. Basta ver o que acontece no Brasil, no Minc……………………… na “”"”"”"reforma”"”"”"”"” da LDA nossa. Para ganhar precisaríamos de toda a sociedade em prol de criar-se meios de conter a corrupção que já na deterioração dos governos capitalistas. Estamos LONGE disso. Mas sem conter a corrupção vc não contem a Máfiaa, que tem bolsos fundos. E máfiaa vence pela corrupção.

  10. ANA de HOLANDA quer mesmo impor um modelo semelhante ao S.O.P.A aqui no BRASIL.

  11. A REDE GLEOBBELS de televisão coloca a máfia do COPYRIGTH como santa.

  12. A revista SUPERINTERESSANTE tentou ridicularizar o nosso blog 300.

  13. PARA mim,o GRUPO abril apoia a mafia do COPYRIGTH.

  14. SERGIO AMaDEU,que horas será a reunião?

  15.   Victoria D disse:

    Porque a SUPERINTERESSANTE tentou ridicularizar o blog 300?

  16. Edson Vieira, o Avaaz não fez nada contra o PL84/99 que já não tenhamos feito, em linhas gerais produziram mais uma petição que somada à do Mega Não deram mais de 360 mil pessoas, isto é um fato político. Mas a Avaaz não vai muito alem disto. Tivemos uma manifestação na Câmara com o patrocinio deles, mas na hora da mobilização para valer temos o nosso Mega Não e Trezentos bem Brasileiros.

  17.   Anderson Pitel Mc. disse:

    “EDSON VIIERA DA SILVA disse:
    PARA mim,o GRUPO abril apoia a mafia do COPYRIGTH.”

    TODA a mídia apóia a máfia do copyright! TOOOOOOOOOOOOOOOOOOOODA!

    1) Porque a mídia produz tb copyright. SE ela vende ao publico ou banca o rent-seeking (sobre obras antigas) ela tem INTERESSE DIRETO na defesa do copyright!!!!!

    2) Porque a mídia faz propaganda de outros produtos, recebendo $ por isso. Vários deles têm copyright ou buscam rent-seeking! A midia defendende a máfia defende todos seus intere$$e$ tb! Veja quanto anuncio de filmes, musicas, etc, revistas, tem nas revistas da Abril, na Veja ? quantos anunciante$ ?

    3) A Abril, é assim como a Globo, patrona dos interesses do imperialismo (yankee) em nosso país! Sua títere. Assim como a Globo seu papel é de controle social e associado direto com Washington. Abril sempre teve ÓTIMAS relações com Washington! Tanto que sempre foram os propaladores das publicações da Disney em nosso país. Corre solto o mito ou boato, que assim que FHC saiu e Lula assumiu, Civitta (dono da Abril), correligionários do PSDB e um agente do FBI foram ter uma “reunião” na casa do FHC, presumidamente na rua Rio de Janeiro, em SP, para tratar de como “sabotar” o governo do Lula e tira-lo do poder antes mesmo do prazo legal, tornar insuportável seu governo…

    TUDO, meu irmão, é uma grande máfia. O capitalismo É uma grande máfia. Para chegar ao seu auge, que são as corporações imensas, o poder financeiro internacional, dos “investidores”, de Wall Street, dos bancos, dos bancos norte-americanos controlando a emissão de dolar nos EUA, do controle e corrupção sobre os governos e legisladores, etc, do próprio imperialismo (que é o auge somado e organizado disso tudo) SÓ PODE CHEGAR NESSE NÍVEL sendo uma grande máfia organizada.

    Por que o capitalismo vive suas crises ? Pq a máfia encobre seus rombos com emissão de papel moeda e créditos fictícios, e tentar criar uma realidade artififical sobre uma realidade real, para preservar e aumentar seus lucros e dominação.

    Tá tudo perdido, mermão.

  18.   Anderson Pitel Mc. disse:

    Caribe, não vamos criticar o Avaaz! QQ ajuda é SEMPRE bem vinda!

Deixe um comentário

Spam protection by WP Captcha-Free

URL para trackbackRSS para comentários deste artigo